Divulgar especialidade sem ser especialista é infração ética

Seu lugar no mundo
agosto 6, 2019
Termo de Consentimento Informado
Termo de Consentimento Informado, o que você precisa saber
setembro 20, 2019
Mostrar tudo

Divulgar especialidade sem ser especialista é infração ética

Médico divulga especialidade

Os Conselhos Regionais de Medicina não exigem que um médico seja especialista para trabalhar em qualquer ramo da medicina, mas, propagar ou anunciar sem estar registrado como especialista é considerado infração ética, conforme Resolução n.º 1701/2003 do CFM.

O Código de Ética Médica (CEM), em seu capítulo XII, veda ao médico “anunciar títulos científicos que não possa comprovar, e especialidade ou área de atuação para a qual não esteja qualificado e registrado no Conselho Regional de Medicina” (Art. 115). Para registrar o título de especialista no CRM, o médico necessita:
1. Requerimento (obtido no site do CRM); 2. Recolhimento da taxa;
3. Título de Especialista emitido pela Associação Médica Brasileira (AMB) e/ou certificado de Residência Médica credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) original, além de uma cópia simples frente e verso;
4. Carteira Profissional de Médico (capa verde).
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Os documentos podem ser entregues em qualquer Delegacia Regional do CRM, pelo médico que solicita o registro ou por meio de um portador.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#joinville #especialidade #registronoCRM #cremesc #residenciamedica #RQE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?